SOROCABA / SP - terça-feira, 25 de julho de 2017

PERDA DE HABILIDADES & ALZHEIMEIR

Alzheimer: perda de habilidades espaciais, como completar um quebra-cabeças ou localizar caminhos em um mapa, pode ser o primeiro sinal para o diagnóstico, segundo pesquisa publicada no Archives of Neurology

 

 

 

 

 

Pesquisa publicada no Archives of Neurology mostra que a perda de memória pode não ser o primeiro sinal da doença de Alzheimer. Ele pode estar representado pela perda de habilidades visuais e espaciais, como completar um quebra-cabeças ou localizar caminhos em um mapa, até três anos antes do diagnóstico, segundo estudo da University of Kansas.

O estudo teve como base 444 pessoas, das quais 134 desenvolveram demência. Em cada caso, os participantes fizeram uma bateria de testes de habilidades mentais, o que permitiu aos pesquisadores construírem modelos no computador que mostraram se estas habilidades declinam antes dodiagnóstico de demência.

A presente pesquisa pode ajudar no diagnóstico mais precoce da doença e permitir que intervenções que atuem rapidamente possam ser cruciais para a efetividade do tratamento futuro.

Os resultados mostraram que as habilidades visuais e espaciais – requeridas para perceber a distância entre objetos – começam a declinar agudamente três anos antes do diagnóstico. No próximo ano, há uma queda geral das capacidades mentais, mas um declínio importante de perda de memória é registrado um ano antes do diagnóstico clínico.

Os pesquisadores disseram que uma estratégia que foque na perda de memória para diagnosticar a doença de Alzheimer é imperfeita e não demonstra as manifestações iniciais da doença.

Fonte: Archives of Neurology