SOROCABA / SP - terça-feira, 26 de setembro de 2017

DERRAME & HERPES ZOOSTER

Herpes zoster pode aumentar em 30% o risco de derrame cerebral, segundo artigo publicado na Stroke.
 

 

 

 

 

Adultos com herpes zoster têm risco aumentado de derrame cerebral, principalmente se ovírus atacar os olhos, segundo estudo publicado na revista científica Stroke. O risco é 30% maior para todos os tipos de derrame e aproximadamente três vezes maior para o acidente vascular cerebral do tipo hemorrágico.

 

O estudo não é o primeiro a mostrar o risco elevado de derrame nos pacientes com manifestação de herpeszoster, mas é o único a quantificar este risco. Comparados a adultos sem herpes zoster, aqueles que manifestam esta patologia têm um risco 30% maior de sofrer um acidente vascular cerebral em um intervalo de até um ano após o zoster. Aqueles pacientes cuja manifestação atingiu os olhos ou área próxima aos olhos têm um risco ainda maior, quatro vezes superior aos pacientes que não tiveram zoster.

 

Um total de 7760 pacientes que receberam tratamento para herpes zoster foi incluído na pesquisa e 23.280 participaram no grupo comparativo que não apresentava nem zoster, nem derrame. Desses, 439 pacientes desenvolveram derrame no intervalo de um ano, ou seja, 133 indivíduos (1,71% dos pacientes que tiveram herpes zoster) e 306 indivíduos (1,31% do grupo controle).

 

Fonte: Stroke - Publicação online de 8 de outubro de 2009