SOROCABA / SP - terça-feira, 26 de setembro de 2017

MAPEAMENTO CEREBRAL DE EEG 36 CANAIS

Mapeamento Cerebral de EEG de 36 Canais

O uso de computadores para processar sinais fisiológicos cerebrais abre um número infinito de possibilidades para se extrair informação útil.

Assim que os canais de EEG digitalizados estão armazenados na memória do computador, poderosas técnicas matemáticas podem ser desenvolvidas para desvendar o significado de suas tortuosidades aparentemente aleatórias...

Uma destas técnicas é chamada de análise espectral.

Esta técnica se baseia em um teorema matemático, desenvolvido há mais de um século por um brilhante cientista francês, Pierre Fourier, e consegue mostrar os componentes de freqüência de uma onda (ou seja, que quantidade de ondas alfa, beta, teta, delta, etc., estão presentes e misturadas em um canal de registro.

Análise espectral pode ser exibida na forma de um gráfico tridimensional, em que se mostra o eixo do tempo, da esquerda para a direita, os componentes de freqüência, no eixo horizontal imediatamente ortogonal a ele, e a intensidade do sinal, em microvolts, no eixo vertical.

Uma escala de cores é usada para diferenciar as amplitudes entre si.

Outro desenvolvimento técnico recente consiste no uso de poderosos softwares de processamento gráfico para mostrar a atividade do EEG topográfico na forma de reconstrução tridimensionais da cabeça e do cérebro, onde os parâmetros da atividade elétrica são mostrados como mapas coloridos em 3D.

Animações dinâmicas de vídeo também podem ser produzidas, mostrando as alterações da atividade elétrica do mapa como uma função do tempo.